Yoga. Espiritualidade. Corpo.
Header

Comer rezar amar

janeiro 28th, 2010 | Posted by Ana Toledo in Sem categoria - (Comentários desativados em Comer rezar amar)

eat pray love

Quem tem talento? Com esta pergunta, o blog YogaDork divulgou o anúncio de uma agência de atores a procura de um professor de yoga para estrelar o filme “Eat, Pray, Love” que começará a ser filmado em breve.

O anúncio pede não só um professor de yoga, de preferência certificado, como também um cozinheiro especializado em comida vegetariana.

Bem, se você é professor de yoga ou cozinheiro veg, gosta de aventuras e fala inglês, contate yogafilm@gmail.com

Boa Sorte!

Yoga Sutras de Patanjali

janeiro 26th, 2010 | Posted by Ana Toledo in Sem categoria - (Comentários desativados em Yoga Sutras de Patanjali)

Seguem os detalhes para o curso que a professora Gloria Arieira, uma das maiores autoridades em Vedanta do mundo, dará a partir do próximo dia 30/01 sobre os Yoga Sutras de Patanjali.

Recomendo fortemente este local para aqueles que gostariam de se aprofundar neste e em outros textos sobre Yoga como, por exemplo, a Bhagavad Gita, pois as aulas da professora Gloria Arieira são verdadeiras pérolas de conhecimento.

Sábados Intensivos 2010 no Vidya Mandir
Texto: Yoga-sutra de Sri Patanjali

Profª Gloria Arieira
Janeiro dia 30
Março dia 6
Maio dia 8
Agosto dia 7
Novembro dia 6
Horário: 9h às 12:30h
Valor: R$ 53,00

CENTRO DE ESTUDOS VIDYA MANDIR
Rua Miguel Lemos 44/ 902 – Copacabana – RJ
www.vidyamandir.org.br / tel: (21) 2287-2774

Onde praticar yoga no Rio?

janeiro 21st, 2010 | Posted by Ana Toledo in Sem categoria - (Comentários desativados em Onde praticar yoga no Rio?)

aula_yoga
O título do post se refere ao Rio. Contudo, a resposta a esta pergunta pode ser aplicada a qualquer lugar.

Bom, se você está procurando uma aula de yoga, é sinal de que está disposto a checar por si próprio os tão falados benefícios do yoga e de que não se deixou levar pelos mitos sobre yoga que impedem e atrasam muitos de nós a descobrir este caminho.

Onde pesquisar?

No início, é muito difícil decidir mesmo. As referências são inúmeras, principalmente se pesquisarmos na Internet (existe um termo em inglês que é “google it”, significando buscar alguma coisa no Google. Vá até seu navegador e “google” “aulas de yoga no rio de janeiro” ou “onde praticar yoga no rio”. Aparecerão milhares de opções). Então, como decidir?

Alguns critérios são básicos: instalações físicas adequadas (limpas, ventiladas, organizadas) e a apresentação do professor (limpeza, organização mental, atenção com o aluno iniciante, conhecimento do tema).

Qual modalidade de Yoga praticar?

Um outro critério muito importante é definir a modalidade de yoga que se pretende praticar. Eliminem de cara aquelas que se autodenominam melhores ou mais autênticas do que as outras. Não há melhores. Há aquela que atende o que você está procurando. Para isso, um bom caminho é buscar informações sobre as modalidades de yoga na Internet em sites de publicações conhecidas no Brasil e no mundo (o site da revista Yoga Journal é, por exemplo, um bom local para se começar).

Satisfeitos os critérios acima, existe, sem dúvida, a empatia entre aluno e professor que só pode ser criada com algum tempo de prática. Assim também acontece com os efeitos das aulas. Uma aula somente é muito pouco para percebermos os benefícios ou não da prática e os efeitos dela sobre nosso corpo e mente.

Por fim, nunca desista na primeira tentativa. As modalidades e professores de yoga estudiosos e sérios existem. É só procurar….

Foto online: dandelionmama.wordpress.com

Relaxamento no Tapete Shakti

janeiro 19th, 2010 | Posted by Ana Toledo in Sem categoria - (Comentários desativados em Relaxamento no Tapete Shakti)
Shakti Mat

Shakti Mat

Se vc sempre teve curiosidade sobre a sensação de um faquir ao se deitar em uma cama de pregos, este post é para vc!

Na Suécia, o Swedish Shakti Mat se tornou um grande sucesso. Baseado na tradição hindu e saído da comunidade iogue, este tapete possui mais de 6000 pontos de contato que estimulam nosso corpo de forma similar à acupuntura.

Uma entrevistada disse que no início é muito desconfortável, mas que, com o tempo, ela encontrou bastante alívio para suas dores. Há vários depoimentos dizendo maravilhas sobre esta cama de pregos contemporânea.

Eles custam de 60 a 150 dólares, dependendo do tamanho.  Se alguém experimentar, não deixe de nos avisar depois!

Ajuda ao Haiti

janeiro 15th, 2010 | Posted by Ana Toledo in Sem categoria - (Comentários desativados em Ajuda ao Haiti)

A pergunta que se segue naturalmente para a maioria das pessoas após assistir a esse catastrófico terremoto é: como posso ajudar?

Gostaria de dar três sugestões para doações:

Pessoalmente, admiro muito os esforços da organização dos Médicos Sem Fronteiras. Estamos vendo a grande dificuldade de acesso da população ao atendimento médico e apoiar esses médicos agora, financeiramente, é fundamental.

Outra organização que conheci há pouco e da qual tive excelentes referências é a  Oxfam. Prover água potável para a população é a proposta deles e pode ser outra maneira de ajudarmos. O número de pessoas atingidas por infecções intestinais, principalmente crianças, devido ao consumo de água contaminada é imenso e cresce à medida que o tempo passa…

A organização World Food Programme ,cujo link vc sempre poderá encontrar aí ao lado, também está presente e realiza um trabalho importante no Haiti.

Todos aceitam as doações através do cartão de crédito e boletos bancários, além de outras formas.

A foto é para lembrar a todos que tanto a beleza de uma linda praia paradisíaca (esta no Haiti) como a de um gesto de ajuda desinteressado têm o poder de nos inspirar e de nos elevar…experimente!

Namastê

haiti-beach

Receita de Ano Novo por Drummond

janeiro 14th, 2010 | Posted by Ana Toledo in Sem categoria - (Comentários desativados em Receita de Ano Novo por Drummond)

pico_bandeira

O segundo post do ano é um belo poema de Drummond e o considero como o último da trilogia que aconteceu – por acaso – composta também pelos dois anteriores.

No último artigo do ano, citei frases da Bhagavad Gita cujo assunto principal girava em torno do dever de cada um e o cumprimento dele, de acordo com os parâmetros éticos universais. Questão primordial para Arjuna, a hesitação e as consequências do cumprimento dos deveres são causa de grande sofrimento.

No artigo seguinte – Senhor Krishna e o iogue perfeito – destaquei frases citadas por Iyengar em seu Light on the Yoga Sutras of Patanjali trocadas entre Sri Krishna e Arjuna na Bhagavad Gita que descrevem como deve se conduzir aquele que se diz iogue e a dificuldade inerente a tal condição.

Pelo tema do poema de Drummond, percebemos que as dúvidas de Arjuna são universais e se mantêm muito claras e vivas dentro de cada um de nós, iogues ou não: a hesitação nas ações a serem tomadas, a constante expectativa de sucesso em nossas tarefas, a conexão entre atos e situações vividas, a delegação da nossa responsabilidade perante a vida, a apatia perante as dificuldades cotidianas…(daí até se percebe um pouco a imensa importância da Bhagavad Gita e a justificativa de seu sucesso há tantos milhares de anos).

Segundo o poeta, a receita é estarmos acordados, de fato, no presente, executando as tarefas que nos são devidas, sem pensar no que passou ou ficar aguardando o futuro. No Yoga, a perseguição do momento presente, do instante atual é semente de tudo e é aí que a trilogia se fecha.

Que todos possam enxergar e despertar o Ano Novo que “cochila” dentro de cada um de nós…agora!


Receita de ano novo


Para você ganhar belíssimo Ano Novo
cor do arco-íris, ou da cor da sua paz,
Ano Novo sem comparação com todo o tempo já vivido
(mal vivido talvez ou sem sentido)
para você ganhar um ano
não apenas pintado de novo, remendado às carreiras,
mas novo nas sementinhas do vir-a-ser;
novo
até no coração das coisas menos percebidas
(a começar pelo seu interior)
novo, espontâneo, que de tão perfeito nem se nota,
mas com ele se come, se passeia,
se ama, se compreende, se trabalha,
você não precisa beber champanha ou qualquer outra birita,
não precisa expedir nem receber mensagens
(planta recebe mensagens?
passa telegramas?)


Não precisa
fazer lista de boas intenções
para arquivá-las na gaveta.
Não precisa chorar arrependido
pelas besteiras consumidas
nem parvamente acreditar
que por decreto de esperança
a partir de janeiro as coisas mudem
e seja tudo claridade, recompensa,
justiça entre os homens e as nações,
liberdade com cheiro e gosto de pão matinal,
direitos respeitados, começando
pelo direito augusto de viver.


Para ganhar um Ano Novo
que mereça este nome,
você, meu caro, tem de merecê-lo,
tem de fazê-lo novo, eu sei que não é fácil,
mas tente, experimente, consciente.
É dentro de você que o Ano Novo
cochila e espera desde sempre.


Fonte: Jornal de Poesia, online


(Poema de Carlos Drummond de Andrade, meu conterrâneo. Em homenagem ao ilustre poeta, a foto do nascer do Sol no Pico da Bandeira em Minas, pertinho da minha cidade…)

Senhor Krishna e o iogue perfeito

janeiro 12th, 2010 | Posted by Ana Toledo in Display | Sem categoria - (Comentários desativados em Senhor Krishna e o iogue perfeito)

krishna_arjuna

No último post do ano, transcrevi algumas frases da Bhagavad Gita, principal parte do Mahabharata e talvez o mais importante texto indiano, onde Senhor Krishna dialoga lindamente com seu devoto Arjuna, um nobre guerreiro, sobre yoga.

Abri há pouco o livro de BKS Iyengar, “Light on the Yoga Sutras of Patanjali”, com a intenção de citar algumas de suas frases para o primeiro post do ano. Abri justamente em um trecho onde Iyengar menciona a Bhagavad Gita, quando Krishna descreve a Arjuna, com grande beleza, as características de um iogue perfeito.

Aproveitando então a coincidência, repito as frases finais de Senhor Krishna, traduzidas por BKS Iyengar, para nos acompanhar e inspirar agora neste início de ano…

“O que é noite para todos os seres é dia para o iogue disciplinado, pois ele é aquele que possui a visão da alma (apavarga); quando todos os seres estão ativamente envolvidos nos prazeres mundanos (bhoga), o iogue considera como noite e se mantém longe dos pensamentos mundanos.”

“Assim como a água flui para o oceano, e ainda assim o nível do oceano não muda e nem oscila, da mesma forma, aquele que tem a inteligência firme, não é ameaçado pelos prazeres, e atinge a liberação.”

“Aquele que renuncia aos desejos e se mantém distante do apego, atinge a liberdade e a beatitude (kaivalya).”

“Aquele que é livre de ilusões e se mantém em contato com a consciência divina, até no momento de sua morte, alcança kaivalya e o Senhor Supremo.”

Foto: krishnamandirfl.org