Yoga. Espiritualidade. Corpo.
Header

Preparação para a gravidez

março 18th, 2010 | Posted by Ana Toledo in Sem categoria

giselle_bebe
Confesso que fico meio dividida quando leio a matéria com a  “Celebriyogi” Gisele Bundchen na Vogue sobre sua gravidez e seu parto. Balanço entre a admiração e uma leve irritação.

Responsabilidade pela escolha

Pessoalmente, não acho que seja função primordial ou essencial da mulher ter filhos, embora eu, Ana, não me imagine sem os meus. Não é porque o indivíduo nasceu do sexo feminino que deverá apresentar à sociedade uma prole numerosa e bem cuidada…a maternidade e a paternidade são vocações! Nem todo mundo nasceu para ser pai ou mãe…melhor seria ensinar, principalmente a nossas filhas, que netos serão muito bem-vindos, porém o que eu quero, de fato, como mãe, é a sua felicidade. Se a escolha da minha filha é ser mãe, ótimo! Se não é, ótimo também!

Contudo, o que considero fundamental é, feita a opção pela gravidez, então que se honre esta escolha, abraçando com o coração e a mente este momento indiscutivelmente crucial na vida de uma mulher.

Preparação cuidadosa para a gravidez

O que me causa admiração na Gisele é exatamente a demonstração de dedicação total à sua gravidez. Através da prática do yoga, da meditação, dos cuidados com sua alimentação, da preparação do parto…tudo foi pensado e feito da forma que ela julgou melhor. Muitos vão falar: “Mas ela é a Gisele Bundchen! Eu não sou assim!” A dificuldade, neste caso, não é ser quem se é, mas é assumir a responsabilidade por uma escolha.

Cuidar da alimentação, não ingerir álcool e drogas, não fumar, descansar mais durante a gravidez e mentalizar coisas boas para o filho são atitudes simples e que todos são capazes de fazer. Se existir a possibilidade de praticar Yoga em um grupo especial, melhor ainda!

A preparação do corpo, da mente e do coração para a chegada desta pessoa deve acontecer desde o momento em que se cogitou esta possibilidade.

Mulheres culpadas

Agora, quanto à irritação em relação à matéria com a Gisele…bem, eu tenho dois filhos. Engordei mais de 20 kg nas duas gestações…três meses após o parto, embora ajudada imensamente pela amamentação, ainda estava muito acima de meu peso. Quem já passou ou está passando por isso, muitas vezes, se culpa por não apresentar o frescor da pele da Gisele ou por ainda testemunhar a sua antiga calça jeans não avançar além das coxas!

Certamente, não me incomodaria se soubesse que mulher alguma se sente pressionada a estar linda e sexy amamentando um bebê de três meses ao ler este artigo. Se todas, neste momento, aí sim, pensassem: “Mas ela é a Gisele Bundchen! Eu não sou assim!”, teria menos implicância com este tipo de matéria.

Foto: www.yogadork.com

You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 Both comments and pings are currently closed.