Yoga. Espiritualidade. Corpo.
Header

Tadasana – postura da montanha

abril 22nd, 2010 | Posted by Ana Toledo in Sem categoria

Inspirada pelas comemorações do Dia da Terra, vou falar um pouquinho de Tadasana. Calma! Vocês já vão entender a ligação…

Tadasana, a postura da montanha, é a primeira postura demonstrada por BKS Iyengar no livro Light on Yoga. Aos incautos, parece até ridículo a postura de pé nossa de cada dia ser incluída nesse livro…

Descobrindo a postura

Confesso que somente comecei a perceber toda a complexidade de Tadasana após o primeiro workshop do professor Manouso Manos aqui no Rio, quando ele nos pediu para ficarmos nessa postura por um longo tempo com os pés afastados, muito bem alinhados e paralelos. A partir desta base bastante estável e simétrica, ele foi mostrando, com rara profundidade, conexões, relações e efeitos desta postura no nosso corpo…a cada instrução adicionada, maior a dificuldade…e maior o encanto!

Tadasana não é a postura de sentido rígida do soldado e tampouco aquela desleixada onde muitas vezes nos pegamos na fila do banco, no elevador ou esperando o ônibus. A começar pela nossa base – os pés – passando por todas as articulações, esta postura deve apresentar solidez e estabilidade (graças, em grande parte, à ação inteligente das pernas) aliadas à abertura e receptividade (das pernas firmes, a coluna tem uma base de onde poderá brotar harmonicamente, respeitando todas suas curvas naturais, permitindo que o peito se abra, corajoso).

Uma Tadasana feita com critério deve nos dar firmeza, estabilidade e nos A-TER-RAR!

Como diz o poeta, para o navio zarpar, se aventurar, há que existir um porto de onde ele partirá e para onde ele sempre poderá retornar. Um navio à deriva, esgotará seus recursos e se perderá…

Sinta, ainda mais no Dia da Terra, sua ligação direta com o planeta onde estamos para que, sustentado por essa certeza, você possa deixar sua mente livre para partir atrás de seus sonhos!

O alinhamento do corpo

Como ilustração e um pequeno exemplo de tudo isso que conversamos, apreciem a maravilhosa escultura de Alberto Giacometti.

giacometti_tadasana

Duvido que Giacometti tenha feito uma Tadasana em sua vida, porém soube representar muito bem o estado mental daquela mulher através da maneira como ela fica de pé.

Giacometti aplicou à sua criação conceitos opostos a tudo aquilo que acabamos de descrever: não há ação nas pernas, o quadril está levemente flexionado à frente, o abdomen projetado, os ombros e o peito estão completamente fechados. Quando vejo a escultura, a melancolia da figura é o que primeiro me chama a atenção. Se olharmos para a sombra ao lado, fica ainda mais fácil observar todo o desalinhamento deste corpo triste…ou toda a tristeza de um corpo desalinhado.

You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 Both comments and pings are currently closed.