Yoga. Espiritualidade. Corpo.
Header

Meditação e yoga

fevereiro 22nd, 2011 | Posted by Ana Toledo in Sem categoria

meditation_cartoon

Já perdi a conta de quantas pessoas me perguntam sobre técnicas de meditação. Como meditar, onde aprender, como se posicionar, quanto tempo…

Ao perseguir um estilo de vida pleno e equilibrado, a ideia da meditação cotidiana se torna muito atraente por toda a mística em torno do assunto. Pensa-se basicamente em se sentar, fechar os olhos e parar de pensar e, assim, se tornar uma pessoa livre de estresse e imersa em um estado de relaxamento pleno…parece simples, não é?

Como praticar meditação

Quem já experimentou se sentar, fechar os olhos e tentar parar de pensar instantaneamente percebeu que tarefa árdua tem pela frente.

Como professora, vejo as mesmas pessoas que me perguntam sobre meditação não conseguirem fazer uma Tadasana (postura da montanha) com os pés devidamente posicionados, isto é, paralelos e alinhados. A princípio, pode parecer que uma coisa não tem nada a ver com a outra…mas tem sim. E muito!

Se um indivíduo não consegue se concentrar ao observar seus pés e colocá-los da forma descrita, como ele poderá ficar horas sentado de olhos fechados observando sua própria mente?  A mente que não se concentra e não consegue ajustar a posição dos pés é a mesma que se deseja manter em meditação por horas. Não são duas mentes separadas. É a mesma e única entidade! Os pés desalinhados mostram, para mim, uma total falta de atenção no momento atual, no aqui e agora. E o que é meditar senão se manter continuamente presente no instante de tempo?

Meditação com o corpo

É claro que não estou desprezando a meditação e a reservando a seres evoluídos e superiores. A meditação é uma ação fundamental para nosso bem-estar individual e coletivo. Todavia, você deve e pode exercitá-la desde já na sua prática de Yoga e na sua vida também.

Assim, buscar se concentrar cada vez mais nas tarefas executadas no dia-a-dia já é um importante passo, especialmente na época contemporânea, com infinitos e quase irresistíveis apelos sensoriais. De fato, nossa empreitada tornou-se aparentemente um desafio instransponível, porém meditar nunca foi tarefa fácil e simples em tempo algum.

Observar um objeto concreto como os pés é muito, muito mais fácil do que observar aquilo que é o objeto mais sutil, volátil, etéreo que conhecemos: nossa própria mente.

Para terminar, uma frase de BKS Iyengar que resume bem o assunto : “O Yoga é meditação com o corpo.” Concordam?

Foto: www.everydaypeoplecartoons.com

You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 Both comments and pings are currently closed.