Yoga. Espiritualidade. Corpo.
Header

Iyengar Yoga e a meditação por B. Alan Wallace

março 29th, 2012 | Posted by Ana Toledo in Sem categoria - (Comentários desativados em Iyengar Yoga e a meditação por B. Alan Wallace)

A importância de Savasana como um limite entre as posturas e a meditação…”se você não consegue executar adequadamente sua Savasana, você não está preparado para a meditação em qualquer outra posição.

httpv://www.youtube.com/watch?v=DUuKOqmY7NU

BKS Iyengar e o estudo da consciência por Alan Goode

março 27th, 2012 | Posted by Ana Toledo in Sem categoria - (Comentários desativados em BKS Iyengar e o estudo da consciência por Alan Goode)

Como seus olhos podem ver seus próprios olhos?

httpv://www.youtube.com/watch?v=LKwTB8sb49o

Armas, Germes e Aço

março 22nd, 2012 | Posted by Ana Toledo in Sem categoria - (Comentários desativados em Armas, Germes e Aço)

A obra “Armas, Germes e Aço” do ganhador do prêmio Pulitzer, Jared Diamond, deveria ser difundida entre nossos estudantes. Ou pelo menos, suas ideias principais.

Estamos acostumados a pensar que o alto desenvolvimento de algumas sociedades em comparação com outras se deve, somente,ao mérito de seus indivíduos. Indivíduos mais inteligentes e melhor preparados impulsionariam seu grupo na direção de grandes invenções e conquistas ao contrário daqueles equipados com menores recursos intelectuais que seriam condenados a permanecerem em papel subserviente em relação ao primeiro grupo.

Nada como novas ideias para espanar e levar para longe noções consideradas quase como verdades absolutas…

E é justamente isso que o livro de Diamond faz. Ele rasga o véu do preconceito e nos mostra, através da ótica da biologia, antropologia e história, o que, de fato, fez com que algumas sociedades se expandissem velozmente enquanto outras permanecessem quase inalteradas através dos séculos. O autor aponta, com escrita simples e bom humor, aqueles fatores que influenciaram verdadeiramente a evolução das sociedades. A fartura de alimentos nutritivos e de fácil cultivo, a presença de animais domesticáveis em abundância, a resistência a germes desenvolvida pelo contato com os animais domésticos em determinada região, a baixa incidência de doenças tropicais são alguns dos itens que determinariam a velocidade de desenvolvimento de um povo.

Ao terminarmos o ensino médio, temos a nítida impressão que Europa e América do Norte foram ocupadas por indivíduos especiais e superiores. Cristaliza-se no saber o conceito prévio de que africanos, asiáticos e nativos americanos eram e são seres menos capazes. Daí, para consolidarmos e preservarmos as belicosas relações dominantes através das próximas gerações é um pequeno passo…

Não seria ótimo se nossos jovens ao menos fossem confrontados com ideias, de fato, transformadoras? Pensar, por exemplo, que os africanos são um povo inferior e, por isso, as relações históricas de escravidão e domínio se justificam ou que os nativos americanos sucumbiram frente aos espanhóis e ingleses devido exclusivamente a sua inépcia geram visões de mundo agressivas e violentas, totalmente desconectadas da união que tanto buscamos em nossa prática do Yoga.

Se você quiser conhecer um pouco deste autor, acesse o blog Diplomatizzando e leia o que ele pensa sobre o mundo, inclusive sua interessante visão sobre o Brasil.

Os doshas e a energia

março 20th, 2012 | Posted by Ana Toledo in Sem categoria - (Comentários desativados em Os doshas e a energia)

Para quem não sabe, no Ayurveda, os doshas são as constituições biológicas básicas de cada indivíduo. Todos nós somos combinações dos três doshas: kapha, vata e pitta.

Minha intenção hoje não é explicar o que seriam os doshas, mas somente compartilhar um novo olhar sobre eles.

Portanto, consideremos os doshas como manifestações de energia. Assim, vata corresponderia à energia cinética ou de movimento e kapha à energia potencial. Para que essa energia se transforme, precisamos da energia da somatização representada por pitta.

Sendo uma kapha, achei muito produtivo imaginar a minha energia como potencial. Parece que dá mais ânimo, não é? Ótima  visão positiva da estabilidade, da constância e da resistência…gostei.

 

 

 

 

 

Fim de semana com o professor Jordi Martí no Rio

março 15th, 2012 | Posted by Ana Toledo in Sem categoria - (Comentários desativados em Fim de semana com o professor Jordi Martí no Rio)

Ainda há vagas para o workshop que acontecerá no Centro Iyengar Yoga Rio, nos dias 24 e 25 de março.

O professor senior de Iyengar Yoga Jordi Marti nunca esteve no Rio e é uma oportunidade única para estudarmos juntos.

Compartilhe e divulgue!

Stress de Yoan Capote

março 13th, 2012 | Posted by Ana Toledo in Sem categoria - (Comentários desativados em Stress de Yoan Capote)

O combate ao estresse moderno é uma das razões principais para que se procure o yoga. É um assunto sempre presente na mente do professor, que tenta reduzir seus efeitos sobre os corpos e mentes de seus alunos, como na mente dos próprios alunos que frequentam as aulas buscando incansavelmente se verem livres dele.

Poucas vezes, no entanto, vi algo que representasse tão bem o estresse de forma quase palpável.

Visitando a exposição “Entre trópicos”, encerrada em fevereiro na Caixa Cultural aqui no Rio, me deparei com uma escultura muito interessante. A exposição reuniu artistas brasileiros e cubanos e é de um cubano, Yoan Capote, a obra a que me refiro.

O artista cubano intercalou carreiras de dentes trincados e pesadíssimos blocos de concreto em uma grande coluna na obra denominada “Stress”. Sentia-se, olhando de perto, o peso do concreto sobre os dentes trincados…tal qual fazemos quando estamos sob uma situação de estresse. Na versão da exposição carioca, a obra não tinha as dimensões da versão de 2010 da figura acima, porém, mesmo assim, a obra conseguiu transmitir semelhante sensação.

Tradução perfeita de toda a tensão e constrição a que nos mantemos submetidos quando estressados…perfeito!

 

 

Paris-Bombay: Chanel 2012

março 8th, 2012 | Posted by Ana Toledo in Sem categoria - (2 Comments)

httpv://www.youtube.com/watch?v=QWtOvbQHFIM

Em homenagem ao feminino que existe dentro de cada um de nós, segue o artigo de hoje.

Apresentação suntuosa…a riquíssima estética indiana em Paris…total deslumbre dos marajás…lindo!

Simplesmente admire a beleza dos detalhes…só gostaria de ter visto também algumas modelos bollywoodianas…

Como o Yoga pode destruir seu corpo – cont.

março 6th, 2012 | Posted by Ana Toledo in Sem categoria - (Comentários desativados em Como o Yoga pode destruir seu corpo – cont.)

Bem, para fechar o assunto que abordamos há uma semana no artigo “Como o Yoga pode destruir seu corpo“, gostaria de apresentar a vocês o livro que causou tal polêmica.

O livro do autor William J. Broad, The Science of Yoga – The Risks and The Rewards, olha para o Yoga sob a ótica da cientificidade e racionalidade ocidentais. Broad procura estabelecer, exclusivamente através do resultado de pesquisas científicas americanas, os efeitos benéficos e os riscos da prática das posturas.

Segundo Broad, os resultados vêm comprovando os efeitos calmantes, relaxantes e energizantes e, ao mesmo tempo, expondo os riscos inerentes à prática. Broad cita com insistência a execução de Sarvangasana (invertida sobre os ombros) e Halasana (postura do arado) como exemplo de posturas altamente perigosas pela flexão extrema que causam na coluna cervical.

O jornal The New York Times, que publicou o artigo homônimo a este nosso, concentrou a divulgação do livro somente nesses supostos efeitos prejudiciais do Yoga o que causou reações diversas e intensas na comunidade iogue.

Acesse o blog It’s all Yoga, Baby!  para assistir a uma entrevista com o próprio Broad onde ele faz uma interessante ressalva sobre o método Iyengar Yoga e sua habilidade em disponibilizar os benefícios do Yoga para todos, respeitando as individualidades de cada um ao utilizar os acessórios.

O jornalista também enfatiza os efeitos positivos sobre o desempenho sexual apontado em algumas pesquisas, além do seu grande poder antidepressivo diretamente ligado ao aumento da fabricação do neurotransmissor GABA.

Vou ler o livro e, assim que acabar, compartilho com vocês minha opinião.

 

 

Filosofias da Índia – parte I

março 1st, 2012 | Posted by Ana Toledo in Sem categoria - (Comentários desativados em Filosofias da Índia – parte I)

Pretendo, de vez em quando, publicar alguns trechos dos livros que leio sobre esse assunto que tanto nos interessa.

O primeiro deles vem do livro Filosofias da Índia do indianista alemão Heinrich Zimmer, compilado por Joseph Campbell. Minha intenção é compartilhar com vocês ideias, histórias ou fatos enriquecedores para nossa visão do Yoga, da Índia e de suas escolas filosóficas.

Na Índia, a filosofia e a religião diferem em alguns pontos, mas nunca houve um ataque total e destruidor por parte dos representantes do criticismo puro contra o baluarte imemorial do sentimento religioso popular. Na verdade, ambas as instituições têm-se fortalecido reciprocamente, de modo que em cada uma delas podemos encontrar características que na Europa atribuiríamos apenas à sua oposta.

Filosofias da Índia – Heinrich Zimmer