Yoga. Espiritualidade. Corpo.
Header
light on yoga timer

Meu Light on Yoga e meu timer: companheiros inseparáveis

Recebi mais uma vez a mensagem de um leitor sobre a necessidade de um professor para a prática de yoga. Seria possível praticar sozinho, sem um professor?

A tradição do ensino do yoga é baseada, como as demais disciplinas indianas, na transmissão oral de conhecimento estabelecida sobre o binômio mestre-discípulo. Há milênios, aqueles considerados aptos ao aprendizado, eram admitidos como aprendizes e bebiam os ensinamentos diretamente da valiosa fonte do guru.

Hoje em dia, as coisas mudaram bastante, permitindo que o estudo aconteça de forma mais acessível. Além disso, há inúmeros livros e infinitos recursos disponíveis online  (até blogs sobre o assunto!) para aprofundamento no tema.

Claro que o olhar do professor continua sendo fundamental para o avanço da prática do aluno. Também acredito que a presença de uma pessoa que pratica com seriedade, afinco e amor por longo tempo influencia aqueles que estão próximos a ela. Daí a importância de se encontrar um mestre comprometido, benevolente e de boa-fé.

Mas onde eu moro não há professores de yoga. Como eu faço?

Nesses casos, sempre tomando como base os ensinamentos do meu mestre BKS Iyengar, sugiro que compre o livro – Light on Yoga(*) – para iniciar seus estudos. Leia-o todo e não pule a Introdução! No final do livro, no apêndice I, Guruji divide os asanas em séries de dificuldade crescente as quais poderá seguir, evoluindo de acordo com seu ritmo.

Sempre que possível, frequente um curso ou workshop para checar se está seguindo na direção correta. Como disse, os olhos do professor experiente funcionam como as faixas pintadas na estrada: não deixam você perder o traçado do caminho e se desviar.

Sugiro também que compre um timer pois ele será seu companheiro inseparável…

Por último, meu conselho é tornar a sua respiração como seu grande mestre. Se você sentir que trancou a garganta, está ofegante, a respiração ficou difícil, recue. Seja menos ambicioso.

Ao fim da prática você deve se sentir bem, melhor do que estava quando a iniciou. Há dias em que você vai perceber isso de forma mais clara, outros menos. Será um belo aprendizado, isso eu garanto.

(*) O livro Light on Yoga terá em breve a edição completa traduzida para o português. Hoje em dia, há uma versão resumida em português cujo título é “A Luz da Ioga”.

 

 

Iyengar Yoga com Carla Andrea e Sushiila Leal no Rio

março 21st, 2013 | Posted by Ana Toledo in Sem categoria - (Comentários desativados em Iyengar Yoga com Carla Andrea e Sushiila Leal no Rio)

Os aulões de Iyengar Yoga com as duas ótimas professoras de Iyengar Yoga acontecerão no Centro Iyengar Yoga Rio de Janeiro em várias oportunidades durante o ano.

O primeiro acontecerá no próximo sábado, dia 23 de março.

Participe e divulgue!

 

Iyengar Yoga em Porto Alegre

março 20th, 2013 | Posted by Ana Toledo in Sem categoria - (Comentários desativados em Iyengar Yoga em Porto Alegre)

Participe e divulgue o curso de Iyengar Yoga em Porto Alegre com a professora Rosana Seligmann.  Oportunidade imperdível!

Dor nas costas e má postura – parte final

março 19th, 2013 | Posted by Ana Toledo in Sem categoria - (Comentários desativados em Dor nas costas e má postura – parte final)

dor nas costas

No artigo anterior sobre este assunto (Dor nas costas e má postura – parte II ), vimos como pesquisas recentes vêm comprovando aquilo que está registrado há milênios na tradição hindu do Yoga: o corpo e a mente afetam-se mutuamente.

A tradição hindu carrega uma premissa que a torna diferente da filosofia ocidental: a aplicação prática dos conceitos na vida. Não há sentido em apenas teorizar sobre os ensinamentos milenares sem trazê-los para o cotidiano de forma que nosso caminho na direção da comunhão com Deus seja o mais claro e direto possível.

Por isso, quando dedicamos nosso tempo a cultivar uma coluna saudável e livre através dos asanas, tenha sempre claro o objetivo supremo de toda a tradição iogue. Isso torna a nossa prática única e valiosa, estejamos nós em qualquer nível.

BKS Iyengar descreve lindamente a comunhão entre corpo, mente e espírito:

Onde o corpo termina e a mente começa? Onde a mente termina e corpo começa? Eles não podem ser divididos pois são inter-relacionados e diferentes aspectos da mesma consciência divina que tudo permeia (…) O iogue nunca negligencia ou mortifica seu corpo ou sua mente, mas cultiva os dois. Para ele o corpo não é um impedimento para sua liberação espiritual nem é a causa de sua queda, mas é um instrumento de obtenção.

Light on Yoga – pg. 42

 

BKS Iyengar em padmasana

março 18th, 2013 | Posted by Ana Toledo in Sem categoria - (Comentários desativados em BKS Iyengar em padmasana)

BKS Iyengar Yoga

Ravi Shankar & Philip Glass: Ragas in Minor Scale

março 14th, 2013 | Posted by Ana Toledo in Sem categoria - (Comentários desativados em Ravi Shankar & Philip Glass: Ragas in Minor Scale)

Mais uma música para alegrar nossos corações…aproveitem!

httpv://www.youtube.com/watch?v=ugIbmTKrcHc

Dor nas costas e má postura – parte II

março 12th, 2013 | Posted by Ana Toledo in Sem categoria - (Comentários desativados em Dor nas costas e má postura – parte II)

dor nas costas

Foto: fisioterapia.com

Em “Dor nas costas e má postura – parte I“, afirmei que devemos fortalecer as costas e o centro do corpo na busca da postura saudável, livre das dores nas costas crônicas (aquelas que duram mais de três meses) , tornando-nos menos suscetíveis a sentimentos de desânimo e depressão.

Além do fortalecimento das costas e da musculatura “core” devemos também concentrar-nos em outra parte do corpo que afeta diretamente a nossa coluna baixa: as pernas.

A relação entre as pernas e a coluna vertebral

Para isso, o trabalho das posturas em pé é essencial. Pés e pernas são peças fundamentais para que a bacia posicione-se naturalmente, sem desvios, tornando-se assim uma base ideal de onde a coluna poderá brotar livremente.  E, dentro desse conjunto, a atenção ao correto posicionamento e alinhamento dos pés é o alicerce da construção de uma postura benéfica para você.

As ações executadas pelos pés propagam-se em sequência pelos ossos e articulações das pernas até atingirem a pélvis.

Observe-se: como você distribui o peso do seu corpo sobre seus pés? Qual parte de que pé recebe maior pressão?

Sensibilizar a sola do pé, alargando-a em todas as direções, é uma das primeiras ações que devemos observar na execução dos asanas. Massagear seus pés, intercalando os dedos da mão oposta entre os dedos dos pés é uma boa forma de despertá-lo.  Talvez você tenha que comprar sapatos um número maior com o avançar da prática, mas a sua coluna vai agradecer!

Com toda sua habitual sabedoria, Iyengar diz para aqueles que procuram o Yoga:

Você quer se equilibrar sobre sua cabeça, mas mal sabe se equilibrar sobre seus pés.

BKS Iyengar

 

Dia Internacional da Mulher: cultive a pureza

março 8th, 2013 | Posted by Ana Toledo in Sem categoria - (Comentários desativados em Dia Internacional da Mulher: cultive a pureza)
lotus-flower

lotus-flower

Foto: flowerinfo.org/lotus-flowers

A pureza feminina é retratada na literatura e no imaginário coletivo com frequência. Parece-me que é uma característica ligada basicamente às mulheres…imposta a elas quase com exclusividade.

Definido pelo filósofo francês André Comte-Sponville:

O puro não vê o mal em parte alguma ou, antes, apenas onde ele se encontra, onde o sofre: no egoísmo, na crueza, na maldade. É impuro tudo o que se faz de má vontade, ou com vontade má. É por isso que somos impuros, quase sempre, e é por isso que a pureza é uma virtude: o eu só é puro quando está purificado de si. O ego suja tudo aquilo em que toca.

Sponville

Acho sublime esta definição…o puro não é aquele que não vê o mal, mas é aquele que somente vê o mal onde ele de fato existe. Não confundi-lo com o ingênuo, com o néscio.

Cultivar a pureza é desapegar-se de si, é o amor desinteressado, é a vontade sem violência…

Até agora não se fez a distinção entre pureza masculina ou feminina, pois esta é uma virtude do coração. O olhar puro reconhece tudo que avilta, sobrepuja, rebaixa, domina, ignorando gêneros ou qualquer outra classificação artificial.

Nada mais distante da pureza do que casos como da indiana de 23 anos estuprada e morta dentro de um ônibus na Índia no final do ano passado e de todas as mulheres que são submetidas a todo tipo de violência sexual ou moral. Elas descrevem, quando ousam, o sentimento de terem sido maculadas, humilhadas, sujadas. As próprias palavras denunciam a virtude desprezada e esquecida.

Que neste Dia Internacional da Mulher, homens e mulheres, envoltos neste mundo intrinsecamente impuro, proponham-se a cultivar  – com igual responsabilidade e vontade – corações puros.

 

Música para relaxar: Espelho no espelho de Arvo Pärt

março 7th, 2013 | Posted by Ana Toledo in Sem categoria - (Comentários desativados em Música para relaxar: Espelho no espelho de Arvo Pärt)

httpv://www.youtube.com/watch?v=TJ6Mzvh3XCc

Não vou falar muito desta vez.

Vou deixá-los com essa maravilha de música que descobri há poucos dias: “Spiegel im spiegel” de Arvo Pärt.

Ir ouvindo e pensando no título – Espelho no espelho – que geram imagens sem fim, tal como esse piano e esse violino que retornam aos mesmos padrões e notas…revolvendo e libertando emoções, lembranças, lágrimas…infinitamente…

 

 

Iyengar Yoga com Manouso Manos em maio no Rio

março 6th, 2013 | Posted by Ana Toledo in Sem categoria - (Comentários desativados em Iyengar Yoga com Manouso Manos em maio no Rio)

Manouso Manos retorna ao Rio de Janeiro para ministrar um curso de Iyengar Yoga nos dias 25 e 26 de maio de 2013.

O professor Manouso Manos, sendo um dos discípulos mais próximos de Guruji Iyengar, tem a capacidade única de fazer brotar, de dentro de seus comandos tão precisos, ensinamentos tão profundos quanto refinados e sutis. Na minha opinião, é imperdível.

Participe e divulgue!

Dor nas costas e má postura – parte I

março 5th, 2013 | Posted by Ana Toledo in Sem categoria - (Comentários desativados em Dor nas costas e má postura – parte I)

dor nas costasFoto: fisioterapia.com

Não há dúvidas de que uma má postura pode trazer dor física, mas pesquisas recentes têm relatado que ela também pode influir diretamente no nosso estado emocional.

Manter-se com o peito fechado e ombros caídos para frente torna você um alvo bem mais fácil para a depressão do que aqueles que sustentam a postura ereta com a cabeça bem posicionada. O recolhimento físico constante do peito conduz a um estado geral de baixa energia e desânimo.

O esterno – o osso central do peito – deve ser exibido para frente, com coragem e determinação. Ao fazer isso, você permite que seus órgãos abdominais permaneçam no local correto, sem expulsá-los para frente e nem empurrá-los para baixo, deixando que funcionem sem obstruções. Gosto muito de imaginar um foco de luz sobre o esterno. Ele deve apontar sempre para frente, como um farol alto, e não para o chão, como um farol de neblina.

As posturas de yoga para as costas

Todos os asanas do Yoga são excepcionais formas de fortalecermos o centro do corpo e as costas para que a posição saudável da coluna possa ser sustentada por mais tempo.

Destaco hoje, em especial, as posturas de retroflexão denominadas “baby”  já que são excelentes fortalecedoras das costas. Se você observar um bebê de bruços em seus primeiros meses de vida, reconhecerá algumas das posturas de que falo. A criança precisa fortalecer as costas para que possa se sentar e, em seguida, andar.

Olhe esse lindo bebê exercitando-se sorridente…de qual postura você se recorda?

baby backbend

Baby backbend

Foto: 4.bp.blogspot.com

Nós, adultos, precisamos manter nossos músculos fortes e longos para que conservem nossa coluna livre e muito bem alinhada. Portanto, a busca pela postura confortável e firme deve ser não só um meio de escapar da dor física mas também de cultivar a disposição emocional para uma vida criativa e feliz.