Yoga. Espiritualidade. Corpo.
Header

Vem pra rua e depois vem pra rede!

junho 18th, 2013 | Posted by Ana C Toledo in Sem categoria

Relacionamos o campo da política em nosso país com desmandos, incompetência e má-fé. Raros são os exemplos que nos deixam satisfeitos de nossa classe política. A decepção generalizada criou um fosso profundo entre os cidadãos e os políticos.

Para a maioria dos cidadãos, a política só pode ser exercida por aqueles cujos valores éticos são mais flexíveis e adaptáveis às situações e oportunidades que se apresentam. Fazer política significa afrouxar sua conduta reta e justa, abrindo mão de suas convicções, portanto, terreno obscuro e pantanoso… Lavando as mãos, deixam esses assuntos de lado e mal se lembram do nome do candidato em que votaram nas últimas eleições.

Até ontem, pelo menos.

Ficamos atônitos diante das manifestações que vêm se sucedendo em todo o Brasil e no mundo. O movimento, sob liderança difusa, sensibiliza até os mais céticos. Sem o comando de partidos políticos nos sentimos envolvidos e representados de forma mais legítima por aqueles que participaram das passeatas  (excluindo, é claro, os vândalos que infelizmente deixaram sua marca pelo caminho).

Sou absolutamente encantada pela Internet e pelas possibilidades infinitas que ela proporciona….a mobilização articulada através das redes sociais é absolutamente notável.

Se a Internet possibilitou que os protestos sejam feitos quase simultaneamente não só em terras brasileiras mas em cidades espalhadas por todo o globo, devemos olhar para esta ferramenta com mais atenção.

Ir às ruas exigir respeito e atitude decente das autoridades é incrível, mas e depois?

Acredito que da mesma forma que nós nos reunimos nessa catarse explosiva utilizando a rede, devemos continuar utilizando-a para que a essência do movimento não se perca.

Pesquisar sobre os candidatos e legisladores, elogiar o que é bem feito e denunciar o que vai mal já deveria ser hábito estabelecido,  representando porcentagem significativa da quantidade de bytes que fazemos circular pelo mundo digital…

Torço para que a mobilização geral contagie a rede de forma que as iniciativas de grupos atuantes já existentes possam absorver essa imensa energia transformadora, sem a necessidade de partidos políticos que não nos representam.

Vem pra rua e depois VEM PRA REDE!

 

P.S.: Fugi ao nosso tema principal mas buscar um encaminhamento poderoso e pacífico para o que se apresenta em nosso país é tarefa de todos aqueles que cultivam ahimsa e satya como valores inegociáveis. Refletindo sobre o tema podemos descobrir maneiras adequadas e novas de ampliar nossa força como cidadãos conectados.

 

You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0 Both comments and pings are currently closed.