Yoga. Espiritualidade. Corpo.
Header

Meditação reabilita presidiários na maior prisão da Índia

setembro 30th, 2015 | Posted by Ana C Toledo in Sem categoria - (Comentários desativados em Meditação reabilita presidiários na maior prisão da Índia)

Assista ao vídeo e veja como a meditação reabilitou presidiários na maior prisão da Índia.

 

Conversa com BKS Iyengar

maio 28th, 2015 | Posted by Ana C Toledo in Sem categoria - (Comentários desativados em Conversa com BKS Iyengar)

Nosso Guruji, “um tesouro nacional”, como foi apresentado pelo entrevistador.

Aproveitem….troquem a leitura de tanta notícia ruim e desanimadora por 30 minutos de inspiração e sabedoria!

Trabalhando a partir da base no Iyengar Yoga

maio 5th, 2015 | Posted by Ana C Toledo in Sem categoria - (Comentários desativados em Trabalhando a partir da base no Iyengar Yoga)
tadasana iyengar

Tadasana por BKS Iyengar

A ênfase que se dá ao estudo e correto estabelecimento da base em cada asana, de acordo com o Iyengar Yoga, é tão fundamental que, posso dizer, chega a ser um dos pilares do método.

O que ainda me impressiona, depois de tanto tempo, é a nossa dificuldade em estabelecer corretamente nossos apoios em posturas simples. Considerando Tadasana como exemplo, o estudo da posição dos pés é assunto para várias e várias aulas, anos e anos…

Quando falo no pé, pode soar meio banal. Afinal, qual a dificuldade em ficar de pé? Bem, considerando borda interna e externa, metatarso, o quadrado do calcanhar, além da qualidade da pele ou da extensão e alinhamento dos dedos, podemos ver que o tema pode se mostrar bem menos trivial.

É muito difícil, para quem nunca fez uma aula, entender como os pés influenciam a posição de toda a coluna e, quando digo isso, me refiro até a cervical.

Os efeitos da posição equilibrada das bases em qualquer postura atingem não só o posicionamento da estrutura constituída de ossos, tendões, ligamentos, músculos e demais componentes de sustentação, mas, em nível mais profundo, os órgãos internos e, até, o ritmo da sua respiração.

Se você se senta para fazer um exercício de pranayama, um pulmão pode ser sempre privilegiado dependendo do alinhamento da bacia, isto é, você sempre enche um dos pulmões mais do que o outro. Já percebeu isso?

O tema é tão fascinante que poderia escrever dias sem parar. Prefiro deixar o link para o artigo do blog australiano sobre Iyengar Yoga que motivou este, que aqui termina.

 

Light on Yoga em português em edição nova e completa

março 27th, 2015 | Posted by Ana C Toledo in Sem categoria - (Comentários desativados em Light on Yoga em português em edição nova e completa)

light on yoga

É com imensa alegria que anuncio o lançamento do livro Light on Yoga completo em português!

O mais famoso livro de BKS Iyengar – já chamado da “Bíblia” do yoga contemporâneo – terá finalmente a sua versão original em nossa língua. Havia antes uma edição em português, porém em tamanho reduzido.

O livro já está sendo impresso pela Editora Pensamento e deverá ser lançado na Bienal do Livro deste ano.

Sendo assim, no artigo anterior, quando mostrei os livros para serem comprados em Puna, tirem o Light on Yoga da lista…esperem a versão em português que estará em breve disponível em todo país.

Na foto, o meu. Demorei para encapar, por isso, os sinais de uso tão marcados.

Um pouco de filosofia: Aristóteles

março 23rd, 2015 | Posted by Ana C Toledo in Sem categoria - (Comentários desativados em Um pouco de filosofia: Aristóteles)

Um pouco de filosofia nunca é demais…quando nos faz erguer os olhos para o sutil, para o não trivial, melhor ainda!

 

Aristóteles

 

“Não se deve dar ouvidos àqueles que aconselham ao homem, por ser mortal, que se limite a pensar coisas humanas e mortais; ao contrário, porém, a medida do possível, precisamos nos comportar como imortais e tudo fazer para viver segundo a parte mais nobre que há em nós.”

Aristóteles

Excelente a entrevista com o professor americano Edwin Bryant, autor da edição revisada dos Yoga Sutras de Patanjali cujo prefácio o próprio BKS Iyengar escreveu.

Como ele muito bem diz, há apenas três sutras referentes à prática de asanas ao longo desta escritura, equivalendo, aproximadamente, a 1% de tudo o que é dito ali. Se você pratica asanas e sente algum benefício no seu corpo, por que não conhecer os outros 99% ?

Para nós do Ocidente, a edição do professor Bryant é fundamental já que nos traz não só o ponto de vista dos mestres e textos clássicos indianos, mas também apresenta o contraponto da filosofia clássica, base de toda a formulação de nosso conhecimento de mundo.

Não vou dizer que a leitura seja fácil ou rápida. Garanto, porém, que o esforço é mais do que recompensado.

 

Um lento retorno

março 6th, 2015 | Posted by Ana C Toledo in Sem categoria - (Comentários desativados em Um lento retorno)
Nascer do Sol no Taj Mahal

Nascer do Sol no Taj Mahal

Desde que voltei da Índia, não havia ainda escrito nadinha aqui no blog. Comecei até a enumerar possíveis justificativas para este afastamento, mas desisti. Confesso que não tive mesmo vontade de escrever depois de meu regresso.

A experiência de ter conhecido o Instituto me deixou intimidada: os praticantes vindos do mundo todo, os milhões de acessórios, as fotos de Guruji, sua cadeira, a devoção dos indianos, tanto conhecimento reunido ali…

Além disso, a ênfase que Prashant Iyengar deu à experiência única e individual (ao auto-estudo) fez com que o meu olhar fosse invertido, tornando a dinâmica interna mais interessante e fértil do que qualquer outra coisa nesses últimos três meses.

Assim, a inibição e a introspecção me tomaram de jeito desde novembro.

Até hoje.

Espero que o término da pausa inevitável marque o início de um novo período onde a conexão entre o blog e os visitantes se torne mais ágil e potente, ao mesmo tempo em que os temas aqui abordados contribuam, cada vez mais, para nosso avanço conjunto no caminho do Yoga.

Por fim, ilustro este artigo com uma foto de que gostei muito: o Sol se erguendo no céu indiano em Agra, diante do Taj Mahal. Aos poucos, vou publicando mais fotos da minha viagem. Afinal, são quase 3000!

Uma aula com Geeta Iyengar

novembro 20th, 2014 | Posted by Ana C Toledo in Sem categoria - (6 Comments)
Geeta Iyengar

Geeta Iyengar

 

Todos com quem conversamos sempre dizem que demos muita sorte. Geeta Iyengar não dava aulas há vários meses, pelo que entendi, por causa dos cuidados que Guruji vinha exigindo.

Foi um acontecimento quando, na primeira segunda-feira deste mês, arrumaram o palco para recebê-la. Ouvi um rápido burburinho na sala, um indiano se virou surpreso e me disse, mal contendo sua alegria: “Acho que Geetaji vai dar a aula de hoje!”. Estava certo.

Durante as três últimas semanas, temos tido a felicidade de sermos guiados por ela três vezes na semana: duas aulas tradicionais e uma de pranayama.

É visível que sua energia vem crescendo desde o encontro inicial. Sua voz, sua postura, seu andar se fortificam a cada dia. Seu ensino e ritmo têm ficado mais dinâmicos e enérgicos, adjetivos que a qualificam muito bem. Nada escapa a seu olhar. Nadinha.

Geetaji vem nos presenteando com comentários, vivências e sequências incríveis. Na última aula, por exemplo, durante a execução de dhanurasana, percebeu que uma aluna, lá no fim da sala, não estava fazendo a postura. Perguntou o porquê e a aluna respondeu que havia machucado o joelho e completou dizendo : “Não fiz porque eu estou morrendo de medo.” Então, Geetaji disse: “Excelente resposta!” e nos brindou com uma análise tão clara sobre abhinivesa, nosso medo, como ele nos impede de seguir adiante…posso dizer que a aluna acabou fazendo a postura, confiante nas palavras de Geetaji.

Durante os 10 primeiros dias de dezembro, Geeta Iyengar terá um grande desafio pela frente. Em comemoração a seu aniversário de 70 anos, um imenso encontro está sendo organizado aqui em Puna. Ouvi dizer que são aguardadas aproximadamente 2000 pessoas vindas de todo o mundo. Serão 10 dias memoráveis que espero poder acompanhar um pouquinho pelas redes sociais e, depois, pelo DVD que será comercializado. No meu último dia aqui, verei todos chegando para a inscrição no Instituto e tiro algumas fotos do movimento para compartilhar com vocês.

P.S.: A foto que ilustra este artigo não é atual, mas a escolhi porque esse jeitinho da mão, que lhe é peculiar, vai ficar aqui registrado, impedindo que se perca na minha memória.

 

Conversa com Prashant Iyengar

novembro 17th, 2014 | Posted by Ana C Toledo in Sem categoria - (2 Comments)

Prashant Iyengar

Quando a Isa, uma das minhas três incríveis parceiras de viagem, disse que Prashantji estaria disponível para tirar dúvidas, fiquei bastante animada! Excelente oportunidade para falar sobre o novo ministério do Yoga criado pelo Primeiro Ministro Narendra Modi e sobre outros assuntos relacionados à prática e que não estavam tão claros para nós.

Marcamos um horário no Instituto e fomos recebidas com paciência, simplicidade e muito bom-humor.

Sobre a criação do ministério, não o senti muito entusiasmado. Ressaltou que o Yoga é mantido por seus praticantes e seus mestres, e atos humanos, mesmo bem intencionados, não têm o poder de interferir na sua evolução. Depois de uma breve pausa, contou uma curta historinha (Prashantji é o mestre das metáforas!): um homem pode fazer um doce delicioso, mas, dependendo do que for feito do doce, como ele for conservado, o que ele pode atrair, no fim, são só moscas. E sorriu.

A pergunta seguinte foi sobre a impressão que temos aqui de que os professores corrigem menos os alunos, utilizando pouco os acessórios, permitindo que as posturas sejam executadas de forma mais livre. Segundo Prashant Iyengar, ao aluno iniciante deve ser dado tempo para que aprenda e assimile as posturas. A postura perfeita, certa, não existe. A ação certa não existe. Isso cria, e concordo com ele, uma obsessão pela correção infinita o que é muito desgastante. Disse que devemos sim evitar as ações erradas, que não nos levam a uma concentração(**) maior da mente, em vez de só perseguir a postura perfeita, correta, sendo esse o princípio que norteia suas aulas.

Exemplificou assim: dobrar a perna em Trikonasana, quando jovem, é uma ação errada. Para um idoso, isso já não vale, pois o corpo não mais permite sua total extensão. Conclui que as ações erradas também vão se transformando. Conceito estimulante, pois exige o auto-estudo constante, e fortalecedor, porque nos prepara para as tão naturais transformações pelas quais todos passaremos.

Continuou dizendo que o estado de integração, que somente encontramos no Yoga, não pode acontecer em aula porque o professor interrompe nosso diálogo interno. É seu trabalho. Nem é possível quando praticamos em conjunto porque nunca despimos por completo nossas máscaras na frente de outra pessoa. A integração referida acontecerá através da prática solitária, ininterrupta e verdadeira. Mas é na aula onde aprendemos a tecnologia para que essa vivência possa ocorrer.

Por fim, como havia dito, pedi-lhe um autógrafo. Com um largo sorriso, assinou os nossos livros e nos despedimos.

Fiquei emocionada quando ele assinou meu livro, devo compartilhar com vocês. Naquele momento, até perguntei quem seria seu herdeiro ou sucessor. Ele respondeu que leciona há mais de 40 anos, tendo formado alguns grandes professores, e mencionou os nomes de Arun e Swati Chanchani.

Aproveito, por fim, para compartilhar um artigo de sua autoria que traz uma luz especial sobre a expiração. Afinal, expirar não é tão simples assim como tenho percebido ultimamente… Leia o excelente artigo no site da Associação Americana de Iyengar Yoga.

(**) Na primeira versão deste artigo, utilizei esta palavra – concentração – mas não é a adequada. O Yoga não prega a concentração, mas a circunspecção. Pela definição do dicionário Aurélio, a circunspecção é o exame do todo, dos vários aspectos, dos diferentes ângulos. Em vez de focar em um só ponto, o Yoga busca a consciência do todo.

Primeira aula com Prashant Iyengar

novembro 13th, 2014 | Posted by Ana C Toledo in Sem categoria - (Comentários desativados em Primeira aula com Prashant Iyengar)
chittavijnana of Yogasanas de Prashant Iyengar

chittavijnana of Yogasanas de Prashant Iyengar

As aulas com Prashant Iyengar são diferentes.

Ele mesmo diz que escolhe posturas simples, de conhecimento de todos, para que não precise utilizar comando algum. Todos sabem o que devem fazer e o aprendizado deve ser outro, mais sutil.

Prashant é um orador. Sua aula é rica em imagens e histórias.

Os ouvidos vão se acostumando ao inglês indiano e a cada parada (quando ele diz “Come close!”) nós vamos sendo convocados a encarar a prática com outro olhar: observando os efeitos da respiração e a influência do enfoque que queremos dar sobre cada postura, o diálogo que devemos travar com nós mesmos para aprofundamento da prática, a importância do estudo da filosofia…

Após a primeira aula (que adorei!) fiquei com algumas dúvidas sobre alguns dos termos empregados naquele contexto: kriyas e mudras, por exemplo.

Mas nada que uma boa leitura não pudesse resolver!

Por isso, se você vem para Puna fazer aulas de Prashantji ou se você quer ter uma visão extremamente clara do que significa a prática de asanas, super recomendo a leitura do livro Chittavijnana of Yogasanas. Comprei o livro na lojinha do Instituto (isso vai merecer um artigo em separado: as comprinhas na lojinha!)

Este é daqueles livros que você deve ler, reler e reler. Muita informação de forma bem concisa.

Estou até pensando em pedir um autógrafo para ele porque realmente amei esse livro. Assim que conseguir, mostro para vocês!

Asanas are by the body, for the chitta.

Prashant Iyengar 

Sobre a morte por BKS Iyengar

agosto 20th, 2014 | Posted by Ana C Toledo in Sem categoria - (Comentários desativados em Sobre a morte por BKS Iyengar)
iyengar_sentado
“I am old, and death inevitably approaches. But both birth and death are beyond the will of the human being. They are not my domain. I do not think about it. The complexity of the life of the mind comes to an end at death, with all its sadness and happiness. If one is already free from that complexity, death comes naturally and smoothly. If you live holistically at every moment, as yoga teaches, even though the ego is annihilated, I will not say, ‘Die before you die.’ I would rather say, ‘Live before you die, so that death is also a lively celebration.’” – Light On Life

Palestra com Manouso Manos sobre Yoga e Iyengar

julho 24th, 2014 | Posted by Ana C Toledo in Sem categoria - (Comentários desativados em Palestra com Manouso Manos sobre Yoga e Iyengar)

Manouso Manos tem habilidade rara de ser preciso, conciso e objetivo em seus ensinamentos. Mais uma vez, com clareza e coerência ímpares, Mr. Manos nos presenteia com uma bela e emocionante palestra sobre a evolução do Yoga na Índia, sua expansão no Ocidente e o papel crucial de BKS Iyengar nesse processo.

Sou mesmo super fã do professor Manouso…

Para quem não o conhece, ele estará aqui no Rio em outubro de 2014 para um Workshop de Iyengar Yoga. Não desperdice essa oportunidade!

O vídeo a seguir demora uns 50 minutos, mas vale a pena assistir a tudinho…confesso que os minutos finais me deixaram muito emocionada…

httpv://www.youtube.com/watch?v=_-Ual915HEs&feature=youtu.be

Exercício de concentração

fevereiro 13th, 2014 | Posted by Ana C Toledo in Sem categoria - (Comentários desativados em Exercício de concentração)

Exercício de concentração

 

Fim de férias. Volta às aulas, ao trabalho, aos estudos…

O corpo veio mas parece que a mente continua mergulhada nas ondas do mar, acostumada ao ritmo lento, natural do primeiro mês do ano. Dispersamos.

Não sei se vai concordar comigo, mas este artifício tecnológico sobre o qual você está debruçado agora, lendo este texto, acrescenta um desafio ainda maior para essa escassa concentração.

É bastante provável que você tenha as abas de seu navegador reservadas a seus e-mails e a um canal de notícias. Além disso, um aplicativo qualquer rodando ao fundo enquanto você mantém um olho nas redes sociais e outro no celular que repousa sobre a mesa. Não vou mencionar os joguinhos, os avisos de manutenção e atualização do sistema, os alertas do calendário…um click e lá vamos nós!

Como manter o foco diante do computador?

Patanjali nos presenteou com seus sutras sobre a natureza da mente. Ele diz que ela flutua, parte em busca de qualquer estímulo e quase sempre nos abandona no instante presente.

Diante deste ambiente tão dispersivo como nosso computador, como agir então? Depender unicamente da força de vontade,  na maioria das vezes, não funciona. As possibilidades que se multiplicam no monitor são tão atrativas…

Porém, há aplicativos que podem ser usados para controlar o quanto e o que acessamos durante um intervalo de tempo.

Vou mencionar apenas dois entre os mais interessantes que pesquisei: um é o Freedom e o outro é o Selfcontrol.

O primeiro bloqueia por até 8 horas seguidas seu acesso à rede. Para resgatá-lo você precisará reiniciar o computador. O outro, bloqueia e-mails e sites definidos por você (Twitter, Facebook, LinkedIn, …).

A-d-o-r-e-i ambos!

Você instala o software no seu computador, define os ajustes e finalmente consegue se concentrar na tarefa a que se propõe, liberto das distrações – como sugere o próprio nome do aplicativo.

A concentração é faculdade indispensável para a meditação. Exercitá-la é tarefa que deve ser feita durante todo o dia e  não só durante os minutos em que você se senta e fecha os olhos.

Referências sobre filosofia indiana na Internet

novembro 21st, 2013 | Posted by Ana C Toledo in Sem categoria - (Comentários desativados em Referências sobre filosofia indiana na Internet)

Procurando referências sobre conceitos e autores indianos na rede, descobri o site Internet Encyclopedia of Philosophy. O objetivo da organização que mantém este site é tornar disponível para todos e sem custo referências de todas as áreas da filosofia.

Animada com a descoberta, fui conferir o texto que trata dos Yoga Sutras de Patanjali. Como a autoria é de Edwin Bryant fiquei mais segura quanto à seriedade e exatidão das informações apresentadas. Enfim, o site me pareceu bastante confiável.

Aproveitem!

Infelizmente, tudo só em inglês.