Yoga. Espiritualidade. Corpo.
Header
Geeta Iyengar

Geeta Iyengar

Sequência enviada por Geeta Iyengar para todos os praticantes de Iyengar Yoga em comemoração ao Dia Internacional do Yoga, no próximo dia 21 de junho.

Adho Mukha Virasana
Adho Mukha Svanasana
Uttanasana
[If you have a regular practice of inverted poses, add those here.]
Paschimottanasana, feet apart
Janu Sirsasana
Trianga Mukhaikapada Paschimottanasana
Marichyasana I twisting
Marichyasana I forward bending
Paschimottanasana feet together
Upavistha Konasana
Bharadvajasana I
Marichyasana III
Ardha Matsyendrasana I
Adho Mukha Svanasana
Supta Baddha Konasana
Savasana

Maiores detalhes em Message from Geeta-ji

Trabalhando a partir da base no Iyengar Yoga

maio 5th, 2015 | Posted by Ana C Toledo in Sem categoria - (Comentários desativados em Trabalhando a partir da base no Iyengar Yoga)
tadasana iyengar

Tadasana por BKS Iyengar

A ênfase que se dá ao estudo e correto estabelecimento da base em cada asana, de acordo com o Iyengar Yoga, é tão fundamental que, posso dizer, chega a ser um dos pilares do método.

O que ainda me impressiona, depois de tanto tempo, é a nossa dificuldade em estabelecer corretamente nossos apoios em posturas simples. Considerando Tadasana como exemplo, o estudo da posição dos pés é assunto para várias e várias aulas, anos e anos…

Quando falo no pé, pode soar meio banal. Afinal, qual a dificuldade em ficar de pé? Bem, considerando borda interna e externa, metatarso, o quadrado do calcanhar, além da qualidade da pele ou da extensão e alinhamento dos dedos, podemos ver que o tema pode se mostrar bem menos trivial.

É muito difícil, para quem nunca fez uma aula, entender como os pés influenciam a posição de toda a coluna e, quando digo isso, me refiro até a cervical.

Os efeitos da posição equilibrada das bases em qualquer postura atingem não só o posicionamento da estrutura constituída de ossos, tendões, ligamentos, músculos e demais componentes de sustentação, mas, em nível mais profundo, os órgãos internos e, até, o ritmo da sua respiração.

Se você se senta para fazer um exercício de pranayama, um pulmão pode ser sempre privilegiado dependendo do alinhamento da bacia, isto é, você sempre enche um dos pulmões mais do que o outro. Já percebeu isso?

O tema é tão fascinante que poderia escrever dias sem parar. Prefiro deixar o link para o artigo do blog australiano sobre Iyengar Yoga que motivou este, que aqui termina.

 

Retroflexões sem dor

julho 22nd, 2014 | Posted by Ana C Toledo in Sem categoria - (Comentários desativados em Retroflexões sem dor)

Depois de uma prática de retroflexões, passei o resto do dia sentindo uma das escápulas incomodar, na verdade,  a mesma que sempre reclama…

Ao acordar na manhã seguinte, antes da minha prática pessoal, identifiquei o pontinho que estava ainda reclamando bastante. Iniciei a série e deixei o meu corpo me guiar: algumas aberturas de ombros, com e sem cordas, variações de Gomukhasana e Garudhasana só com os braços, e eis que, quando percebi, estava em Paryankasana com suporte. Que benção!

Paryankasana com suporte

Paryankasana com suporte

O alívio da dor

No fim da sequência, agradeci ao Universo o conhecimento que venho obtendo durante esses anos e que me possibilitou chegar até aqueles minutos em Paryankasana. Após uma longa permanência neste asana, a dor havia quase desaparecido.

Como não queria simplesmente falar da postura sem descrevê-la, adicionei um link para a Yoga Journal – Pain Free Backbends onde eles utilizam esta variação dentro de uma sequência que me pareceu muito boa.

Como já disse uma amiga muito querida, talvez um dos maiores entraves para o praticante seja não confiar no Yoga. Por muitas vezes, em situações semelhantes, decidi não praticar e descansar. Mas não me lembro qualquer ocasião onde o descanso tenha me trazido o alívio que recebi com essa prática.  Mas a confiança só vem com o conhecimento…

Por isso, estude e pratique!

 

 

Iyengar Yoga para dores nas costas em vídeo

julho 11th, 2014 | Posted by Ana C Toledo in Sem categoria - (Comentários desativados em Iyengar Yoga para dores nas costas em vídeo)

Mais uma pequena e simples série de asanas para alívio das dores provenientes da parte baixa da coluna.

Muitos começam a praticar Yoga por causa de dores nas costas, nos joelhos, no pescoço…esse vídeo é uma pequenina amostra de como podemos buscar o alívio para nossas dores através desta prática tão maravilhosa.

httpv://www.youtube.com/watch?v=TkqUtUEtEU015

Yoga para dor no pescoço

maio 6th, 2014 | Posted by Ana C Toledo in Sem categoria - (Comentários desativados em Yoga para dor no pescoço)

httpv://www.youtube.com/watch?v=msRcQfQqITk&feature=youtu.be

Ótima seqüência para trazer mobilidade à articulação dos ombros e abertura à parte superior do peito, na altura das clavículas, além de exercitar diretamente a coluna torácica.

Alívio das dores no pescoço

Sabemos que a cervical está diretamente conectada aos ombros e escápulas, por isso, manter essa região saudável – móvel e firme – é um trabalho fundamental para evitar as dores no pescoço.

Se você é daqueles que passa horas curvado a frente do seu computador, essa série é uma excelente sugestão para sua prática diária.

Pequenas reflexões sobre a menopausa sob a luz do Iyengar Yoga

abril 24th, 2014 | Posted by Ana C Toledo in Sem categoria - (Comentários desativados em Pequenas reflexões sobre a menopausa sob a luz do Iyengar Yoga)
The Woman's Book of Yoga and Health
The Woman's Book of Yoga and Health

The Woman’s Book of Yoga and Health

No ótimo artigo “Notes taken at a Menopause Workshop with Patricia Walden“, temos uma pequena amostra do que a prática de yoga e um estilo de vida adequados podem fazer para aliviar os sintomas desse período fundamental na vida de toda mulher.

A autora do blog compartilha suas anotações feitas durante um Workshop com Patricia Walden em 2011. Ela lista os sintomas mais comuns e sugere a dieta e sequências ideais para aliviá-los. É sempre importante repetir que tudo que se diz sobre os efeitos do Yoga não se refere a uma aula por semana. A prática do Yoga exige continuidade e tempo…

Yoga e Menopausa

A professora Patrica Walden, com sua larga experiência no acompanhamento das diferentes fases da vida feminina, é referência quando se busca a ótica do Iyengar Yoga.

Seu livro “The Woman’s Book of Yoga and Health: a lifelong guide to wellness” é um famoso guia prático que trata das questões naturais que vão se sucedendo ao longo da nossa vida. Acredito que a simples tentativa de entender melhor a menstruação e a menopausa permite que haja um acolhimento mais sereno e receptivo da própria mulher em relação às  transformações profundas que percebe em seu corpo e mente.

Chamo a atenção para o último parágrafo onde se diz que a menopausa é tempo de aplicar, com empenho real,  os yamas – ahimsa, satya, asteca . Fiquei na dúvida sobre o que ela quis dizer e me aventurei a uma singela interpretação. Se você entender de outra forma, não deixe de me enviar um email, comentar aqui abaixo ou na nossa página do Facebook. Queria realmente ouvir de outras mulheres o que elas pensam sobre a ligação entre esses yamas e a menopausa.

Segue a minha versão:

Não roubar de si próprio a oportunidade de se centrar na verdade e não na violência, tomando esses anos como um valioso e grande aprendizado de como permanecer no presente apesar das poderosas forças internas e centrífugas a que estamos submetidas durante essa fase. 

Nota: Para mais informações sobre o assunto, leia também “Making peace with your age: Patricia Walden’s words of wisdom“.

Aula terapêutica de Iyengar Yoga com Lois Steinberg

novembro 26th, 2013 | Posted by Ana C Toledo in Sem categoria - (Comentários desativados em Aula terapêutica de Iyengar Yoga com Lois Steinberg)

Excelente vídeo disponibilizado generosamente por alunos da professora Lois Steinberg mostrando as aulas terapêuticas acontecidas este ano em seu instituto nos Estados Unidos para alunos russos.

O vídeo  mostra um pouco do reconhecido trabalho da professora americana, uma das maiores especialistas nas aplicações terapêuticas do Iyengar Yoga.

Assista à aula até o fim e veja a variação de Sirsasana que ela ensina…muito interessante.

httpv://youtu.be/KN8AoPbRrGI

Sequência de posturas de pé com Mary Dunn

novembro 19th, 2013 | Posted by Ana C Toledo in Sem categoria - (Comentários desativados em Sequência de posturas de pé com Mary Dunn)

No Instituto de Iyengar Yoga em Nova York, tive o privilégio de fazer duas aulas com a professora Mary Dunn, falecida há poucos anos. Ela foi muito atenciosa e doce com todos os alunos. Sorriu a aula inteira.

Lembro-me perfeitamente quando ela nos ensinou a cantar o mantra inicial de saudação a Patanjali como um exercício de respiração…inspira, recita, inspira, recita, inspira, recita…sem interrupções no meio das frases. Antes de cada repetição, inspirar profundamente e então cantar o verso. O canto fica mais potente e o cantor, sem dúvidas, mais concentrado!

Abaixo um vídeo com a grande professora Mary Dunn demonstrando posturas de pé em 1990.

httpv://youtu.be/h3t8U8XoiAA

Quais asanas e pranayama podem ser feitos durante a menstruação?

novembro 12th, 2013 | Posted by Ana C Toledo in Sem categoria - (Comentários desativados em Quais asanas e pranayama podem ser feitos durante a menstruação?)

Dando continuidade ao tema do último artigo, leiam abaixo a resposta de Geeta Iyengar à pergunta.

Which are the asanas and pranayama one can do safely during menstruation?

From Day One until the menstruation ends one should stick to the practice of those asanas that help women keep healthy and that do not create an obstruction to the menstrual flow. Those asanas have to be selected which do not make her run out of energy or bring any hormonal disturbance.

The standing forward extensions — (uttistha paschima pratana sthiti),such as Uttanasana, Adho Mukha Svanasana, Prasarita Padottanasana, Parsvottanasana — preferably with the head supported — help during menstruation. In order to soften the abdomen one has to first do the concave back movement before going to the final posture. But those who suffer with body-ache, low back pain, low energy levels or sudden falls in their sugar level should avoid these postures.

Ardha Chandrasana and Utthita Hasta Padangusthasana II, help to check the heavy bleeding, back-ache and abdominal cramps. Those who suffer with lower back-pain sciatica, slipped disc have to add these two asanas in their list.

The supine asanas (supta sthiti) — such as Supta Virasana, Supta Baddhakonasana, Supta Svastikasana, Matseyasana, Supta Pagangushtasana II, (done with support of belts, bolsters and blankets), relax the muscles and nerves which are under constant stress, strain and irritation. These asanas help to relax and slow down the constantly throbbing vibrating organ so that minimum vital energy is consumed. Those who suffer from breathlessness, heaviness in the breasts, water retention, heavy bleeding, abdominal cramps, mental irritation and impulsion find these asanas very effective to reduce and get rid of those problems.

The simple forward extensions (pashima pratana sthitti) — such as Adho Mukha Virasana, Adho Mukha Svastikasana, Janu Sirsasana, Triang Mukhaikapada in Paschimottatanasana, Ardha Baddha Padma in Paschimottanasana, Marichyasana, Parsva Upavisthakonasana, Adho Mukha Upavisthakonasana done restfully checks the over bleeding, soothes the abdomen and makes the throbbing brain-cells rest. These asanas help those who suffer from head-ache, backache, heavy bleeding, abdominal cramps and fatigue.

The sitting asanas (upavistha sthitti) — such as Svastikasana, Virasana, Padmasana, Baddhakonasana, Upavisthakonasana, Gomukasana, Mulabandhasana etc., help to remove tension and stress. It is also a time where one can deal with knees, hamstrings, groins, ankles, toes in order to lubricate, extend and flex, so that the joints are loosened, and the swelling and pain are eradicated. When the legs are soothed by these asanas the brain too gets calmed.

During the menstruation, it is time for women having arthritic pain to work on their shoulders, elbows and wrists by practising Parsva Baddha Hastasana, Paschim Namaskarasana, Gomukasana (arm position), and rope one for shoulders etc.

So, those who suffer with arthritis, rheumatoid pains, swelling in the joints can give sufficient time to work in those areas, by slowly and gradually releasing and relieving the joints without being aggressive.Those who cannot do Virasana, Padmasana can put in (non-aggressive) energy here to work on the knees as there would be sufficient time, one would not be in a hurry to finish the daily schedule of practice.

In order to have good organic and nervine rest one has to do Viparita Dandasana and Setubandha Sarvangasana (purva pratana sthitti) which help to energise and stimulate the brain, chest, lungs, heart and maintain hormonal balance in the glandular system. One can do Savasana, Ujjayi and Viloma pranayama in Savasana. If the menstruation is normal without giving any pain, headache, irritation, anxiety, suffocation, depression one can do Ujjayi and Viloma pranayamas in a sitting position. Among all these asanas, just to maintain health during the menstruation one should as a routine practise Supine, Forward extensions and Viparita Dandasana and Setubandha Sarvangasana and pranayama in Savasana as a short course though it normally takes one and a half to two hours.

Which are the asanas and pranayamas to be avoided?

One should avoid Inversions (viparita sthitti), such as Adho Mukha Vriksasana, arm-balancings like Bakasana (bhujatalan sthitti), backward extensions (purva pratana sthitti) such as Urdhva Dhanurasana, Kapotasana and the body knottings (grantha sthitti), such as Yoganidrasana, Eka Pada Sirsasana and abdominal contraction (udara akun- chana sthitti) such as Navasana and Jathara Parivatasana. One should avoid pranayama in sitting asana. Even if done it should not be for longer than fifteen minutes. Avoid Antara and Bahaya Kumbhakas, Uddiyana and Mula Bandhas, Bhastrika, Kapalabhati and Mahamudra

Por que não praticar invertidas durante a menstruação?

novembro 7th, 2013 | Posted by Ana C Toledo in Sem categoria - (Comentários desativados em Por que não praticar invertidas durante a menstruação?)

Destaco um texto de Geeta Iyengar em inglês em resposta a essa pergunta tão frequente nas salas de aulas.

Why shouldn’t we do inversions (viparita sthitti) during the period?

During menstruation if one does inversions, the blood flow will be arrested. Those who tried to do out of enthusiasm or callousness will have noticed that the flow stops abruptly. This is certainly not good for health since it may lead to fibroids, cysts, endometriosis and cancer, damaging the system. According to ayurveda, whatever has to be thrown out should be thrown out and not retained or held in. You cannot hold urine, faeces, phlegm, mucus etc, inside as they are substances that have to be thrown out. These are called as mala — the waste, which need to be excreted. If they are retained within they invite all diseases.

During menstruation one has to lessen physical exertion including walking, dancing or heavy house-hold work. The body demands rest and relaxation and one needs to provide that. The inversions have their own characteristics. This category of asana arrest the menstrual flow and when done during pregnancy they hold the foetus safely and healthily. For those who have frequent miscarriage these asanas prove to be a boon. Those who prolong their periods for more than fifteen days, it is permissible for them to begin to do the inversions after twelve days though they have continuous flow. The inversions will arrest the bleeding. Obviously one has to know the cause behind such prolonged and heavy flows and treat that disease with other asanas during the days of non-period. Yet, that the flow can be checked is a fact. If a woman gets periods during ovulation, the inversions are administered like medicine.

After the menstrual cycle gets over begin the practice of asanas with inversions, as they are great healers as far as the reproductive system is concerned. They quickly bring a hormonal balance.

If this background, as far as the effects of inversions are concerned are known, one need not doubt about their omission during the periods. Still, due to obstinacy and rigidity, if one forces oneself to do one may have to pay heavily later if not immediately. The flow has to stop completely before one can resume the practice of inversion. The question is not of three days or four days. As soon as the flow stops, begin with the practise of inversions. Do not go suddenly for standing poses, back-bendings, balancings etc,. Remember that you have just delivered the unborn baby, since the menstruation is called as the funeral of the unborn baby.

Geeta Iyengar

Fonte: iyengarnyc.org

Alargando os pés nas posturas de Yoga

outubro 24th, 2013 | Posted by Ana C Toledo in Sem categoria - (Comentários desativados em Alargando os pés nas posturas de Yoga)

A correta posição dos pés para os praticantes de Yoga em geral (e de Iyengar Yoga em especial) é matéria de análise e observação constantes. Este aprendizado não se restringe às aulas para os alunos menos experientes mas se prolonga até os níveis mais avançados.

Os pés afetam diretamente as pernas que por sua vez atingem os joelhos que as ligam às coxas as quais se encaixam no quadril de onde brota a coluna.

Posturas de pé, invertidas, sentadas ou extensões e até Savasana exigem o alinhamento criterioso dos pés para que sejam efetivas e saudáveis.

No início da prática, muitos de nós levam algum tempo até conseguir uma linha de comunicação entre os pés e o cérebro. No mundo de hoje, os pés são objetos distantes, só lembrados quando algum desconforto os atinge. Nosso cérebro não está acostumado a exercer qualquer comando sobre eles…precisamos restabelecer esta ligação aos poucos.

Supondo que  já tenha conseguido um certo domínio sobre eles e no afã de avançar na prática, você os abre, afastando os dedos de acordo com as instruções de seu professor. Ao tentar obter o espaçamento máximo, no entanto, tendemos a fazer mais força e causar mais tensão do que necessário.

É natural que busquemos ampliar o contato dos pés com o chão sempre pela ação de sua parte superior e poucas vezes pela sola, pois é o dorso, afinal, a parte visível e, por isso, mais acessível.

Iyengar Tadasana feet

Perceba se você alarga seu pé pela parte superior ou pela parte inferior em contato com o chão. Sugiro que tente as duas formas e observe seus tendões, dedos dos pés, tornozelos. Alargar os pés pela sola, através do afastamento da base do dedão da base do dedinho, faz com que a musculatura superior se suavize e a inferior grude no chão. Observe o efeito dessas ações sobre o dedão. Há alguma mudança em como ele se apoia no chão?

As fotos de BKS Iyengar no livro Light on Yoga são sempre ótimas referências de estudo. Guruji parece estar contraindo e enrijecendo os pés ou ativando-os sem tensão? Tente observar a qualidade de seus pés em cada uma das posturas como nesta aí em cima, em Tadasana.

Guia para professores de Iyengar Yoga em treinamento

setembro 26th, 2013 | Posted by Ana C Toledo in Sem categoria - (Comentários desativados em Guia para professores de Iyengar Yoga em treinamento)

Pesquisando na rede sobre o novo livro de Geeta Iyengar – Yoga in action Intermediate course –  acabei descobrindo, em um site da Dinamarca, uma excelente orientação de estudos para os professores em treinamento para a prova nível Junior no método Iyengar Yoga.

Imagino que as provas brasileiras e dinamarquesas não sejam exatamente iguais mas o guia é bastante útil como fonte de estudo, em especial, em relação à bibliografia e ao que é esperado de um professor deste nível.

Acesse o guia para treinamento Junior (em inglês) e boa sorte!

P.S.: Se você não tem conhecimento algum sobre o rigoroso processo de certificação em Iyengar Yoga, folhear o guia poderá ser bastante interessante…e surpreendente.

Novo livro de Geeta Iyengar

setembro 24th, 2013 | Posted by Ana C Toledo in Sem categoria - (Comentários desativados em Novo livro de Geeta Iyengar)
Yoga in action: intermediate course by Geeta Iyengar

Yoga in action: intermediate course

Acabou de sair o novo livro de Geeta Iyengar – Yoga in Action: intermediate course.

Baseado no curso intermediário ensinado em Puna, no Ramamani Iyengar Memorial Insititute, o livro traz gráficos detalhados para cada asana.

Ainda estou tentando comprar o meu…quando conseguir, aviso a vocês como adquiri-lo.

Os músculos principais em Chatuspadasana

julho 4th, 2013 | Posted by Ana C Toledo in Sem categoria - (Comentários desativados em Os músculos principais em Chatuspadasana)

chatuspadasana

No último artigo, disse que precisamos fincar as bases das posturas no chão para podermos almejar a leveza.

Hoje trago uma pista para que você possa ascender com maior intensidade em Chatuspadasana. Utilize os músculos em azul para grudar sua base no chão e, depois, deixe que o corpo se abra e flutue…

Use o nome da postura também para entendê-la: chatur é quatro  e pada é pé. Faça essa postura como a postura onde você deve plantar “quatro pés” no chão com bastante firmeza.

Nosso modelo não quis nem usar o suporte e nem segurar seus tornozelos…recomendo que você  faça as duas coisas. Se não conseguir segurar a frente dos tornozelos de forma alguma, o cinto é uma ótima opção.