Yoga. Espiritualidade. Corpo.
Header

O que pode o corpo

setembro 30th, 2015 | Posted by Ana C Toledo in Sem categoria - (Comentários desativados em O que pode o corpo)

Excelente conversa para todos…especialmente para aqueles que entendem o corpo como instrumento de conhecimento.

Viviane Mosé sempre nos instiga a novas reflexões…

Não deixem de ouvir a bailarina Dani Lima contando uma incrível tese sobre escoliose…mais ou menos aos 25 minutos.

Vídeo apresenta a história do Yoga para o público

julho 18th, 2015 | Posted by Ana C Toledo in Sem categoria - (Comentários desativados em Vídeo apresenta a história do Yoga para o público)
BKS Iyengar

BKS Iyengar

Acesse o link abaixo para assistir ao vídeo, bem simples e didático, na página Indian Diplomacy no Facebook.
Participação especialíssima de BKS Iyengar!

Yoga : Aligning to the SourceYoga : Aligning to the SourceThe Film introduces audiences to the vast subject of Yoga. Millions of people around the world today practice some from of Yoga and this Film explores the origins of Yoga, its development and practices, its integration across religions in India, the science behind it and its successful spread all over the world.

Posted by Indian Diplomacy on Domingo, 21 de junho de 2015

Conversa com BKS Iyengar

maio 28th, 2015 | Posted by Ana C Toledo in Sem categoria - (Comentários desativados em Conversa com BKS Iyengar)

Nosso Guruji, “um tesouro nacional”, como foi apresentado pelo entrevistador.

Aproveitem….troquem a leitura de tanta notícia ruim e desanimadora por 30 minutos de inspiração e sabedoria!

Contra o fim da rotulagem dos transgênicos – parte 2

maio 9th, 2015 | Posted by Ana C Toledo in Sem categoria - (Comentários desativados em Contra o fim da rotulagem dos transgênicos – parte 2)

Só para complementar e encerrar o assunto do último artigo, deixo aqui dois vídeos sobre a cultura dos transgênicos.

 

Aproveito para agradecer a super e útil contribuição da Alycia Meneses na confecção desses dois últimos artigos contra a Monsanto e contra a PL 4148!

 

https://www.youtube.com/watch?v=eUd9rRSLY4A

 

Excelente a entrevista com o professor americano Edwin Bryant, autor da edição revisada dos Yoga Sutras de Patanjali cujo prefácio o próprio BKS Iyengar escreveu.

Como ele muito bem diz, há apenas três sutras referentes à prática de asanas ao longo desta escritura, equivalendo, aproximadamente, a 1% de tudo o que é dito ali. Se você pratica asanas e sente algum benefício no seu corpo, por que não conhecer os outros 99% ?

Para nós do Ocidente, a edição do professor Bryant é fundamental já que nos traz não só o ponto de vista dos mestres e textos clássicos indianos, mas também apresenta o contraponto da filosofia clássica, base de toda a formulação de nosso conhecimento de mundo.

Não vou dizer que a leitura seja fácil ou rápida. Garanto, porém, que o esforço é mais do que recompensado.

 

Gulnaaz Dashti

Gulnaaz Dashti com BKS Iyengar

 

Todas as quartas, temos aulas com a professora Gulnaaz Dashti.

Já tinha ouvido falar da professora Gulnaaz, meio por alto, principalmente porque ela coordena um Centro de Yoga aqui em Puna onde alguns alunos fazem aulas extras às vezes.

Gulnaaz une didática, agilidade e leveza criando um estilo próprio de ensinar. Como Gulnaaz é assistente de Geetaji em suas aulas, ela esmiuça os ensinamentos de Geeta, levando em conta as dificuldades que observa. Por exemplo, na aula de extensões para trás, ela utilizou posturas como Gomukasana, Parsvottanasana, Salabhasana, Parsva Salabhasana, Dhanurasana para esclarecer pontos obscuros da prática da grande maioria. Embora as posturas sejam feitas em sequência rápida, há sempre algumas historinhas divertidas que nos trazem um tempinho de descanso.

Segundo ela, estávamos com muitos problemas para abrir a região do peito na altura das clavículas, próxima ao ombro. Posso dizer que funcionou muito bem pois cheguei até a melhor Ustrasana que eu me lembre de ter feito até hoje.

Dona do mais claro inglês dentre todos os professores do Instituto, a professora Gulnaaz nos conduz sempre com vivacidade e alegria, sempre sorrindo, durante as duas horas em que estudamos com ela. Excelente surpresa!


Como já havia escrito o trecho acima, decidi não corrigi-lo e fazer este adendo.

Hoje, semana de pranayama, a aula de quarta foi guiada pela professora Rajlaxmi que aparece na vídeo abaixo em um workshop no Chile no ano passado.

Outra excelente aula, dinâmica e muito objetiva. Entre todos os professores que vi, talvez esta seja a professora que mais caminha entre os alunos e os corrige. Na verdade, ela corrige todos. Seu profundo conhecimento das posturas e de anatomia é nítido durante suas explicações.

Muito simples e gentil, na prática pessoal já me ajudou e a outras pessoas com bastante boa vontade.  Super experiente e segura…

Guardarei um ensinamento muito valioso compartilhado hoje: sempre que deitado, para acertar a posição da cabeça, observar que a orelha inferior (mais perto do pescoço) deve estar mais perto do suporte, ou do chão, do que a superior. A mesma sensação deve estar presente nas duas orelhas. Se a cabeça estiver torta, como costumo fazer, a sensação será bem diferente entre um lado e outro.

Conversa com Prashant Iyengar

novembro 17th, 2014 | Posted by Ana C Toledo in Sem categoria - (2 Comments)

Prashant Iyengar

Quando a Isa, uma das minhas três incríveis parceiras de viagem, disse que Prashantji estaria disponível para tirar dúvidas, fiquei bastante animada! Excelente oportunidade para falar sobre o novo ministério do Yoga criado pelo Primeiro Ministro Narendra Modi e sobre outros assuntos relacionados à prática e que não estavam tão claros para nós.

Marcamos um horário no Instituto e fomos recebidas com paciência, simplicidade e muito bom-humor.

Sobre a criação do ministério, não o senti muito entusiasmado. Ressaltou que o Yoga é mantido por seus praticantes e seus mestres, e atos humanos, mesmo bem intencionados, não têm o poder de interferir na sua evolução. Depois de uma breve pausa, contou uma curta historinha (Prashantji é o mestre das metáforas!): um homem pode fazer um doce delicioso, mas, dependendo do que for feito do doce, como ele for conservado, o que ele pode atrair, no fim, são só moscas. E sorriu.

A pergunta seguinte foi sobre a impressão que temos aqui de que os professores corrigem menos os alunos, utilizando pouco os acessórios, permitindo que as posturas sejam executadas de forma mais livre. Segundo Prashant Iyengar, ao aluno iniciante deve ser dado tempo para que aprenda e assimile as posturas. A postura perfeita, certa, não existe. A ação certa não existe. Isso cria, e concordo com ele, uma obsessão pela correção infinita o que é muito desgastante. Disse que devemos sim evitar as ações erradas, que não nos levam a uma concentração(**) maior da mente, em vez de só perseguir a postura perfeita, correta, sendo esse o princípio que norteia suas aulas.

Exemplificou assim: dobrar a perna em Trikonasana, quando jovem, é uma ação errada. Para um idoso, isso já não vale, pois o corpo não mais permite sua total extensão. Conclui que as ações erradas também vão se transformando. Conceito estimulante, pois exige o auto-estudo constante, e fortalecedor, porque nos prepara para as tão naturais transformações pelas quais todos passaremos.

Continuou dizendo que o estado de integração, que somente encontramos no Yoga, não pode acontecer em aula porque o professor interrompe nosso diálogo interno. É seu trabalho. Nem é possível quando praticamos em conjunto porque nunca despimos por completo nossas máscaras na frente de outra pessoa. A integração referida acontecerá através da prática solitária, ininterrupta e verdadeira. Mas é na aula onde aprendemos a tecnologia para que essa vivência possa ocorrer.

Por fim, como havia dito, pedi-lhe um autógrafo. Com um largo sorriso, assinou os nossos livros e nos despedimos.

Fiquei emocionada quando ele assinou meu livro, devo compartilhar com vocês. Naquele momento, até perguntei quem seria seu herdeiro ou sucessor. Ele respondeu que leciona há mais de 40 anos, tendo formado alguns grandes professores, e mencionou os nomes de Arun e Swati Chanchani.

Aproveito, por fim, para compartilhar um artigo de sua autoria que traz uma luz especial sobre a expiração. Afinal, expirar não é tão simples assim como tenho percebido ultimamente… Leia o excelente artigo no site da Associação Americana de Iyengar Yoga.

(**) Na primeira versão deste artigo, utilizei esta palavra – concentração – mas não é a adequada. O Yoga não prega a concentração, mas a circunspecção. Pela definição do dicionário Aurélio, a circunspecção é o exame do todo, dos vários aspectos, dos diferentes ângulos. Em vez de focar em um só ponto, o Yoga busca a consciência do todo.

good-and-bad-posture

 

Sempre que posso, chamo a atenção aqui no blog para a importância da nossa posição em frente ao computador.  Sou Engenheira de Computação e sei que o fim do dia daqueles que passam horas sentados e concentrados na tela luminosa não é muito agradável.

Como praticantes de yoga, somos solicitados a usar todos os músculos do corpo para a execução das posturas. Essa exigência faz com que nos confrontemos com grandes dificuldades e limitações diariamente em nossa prática, oportunidades valiosas de auto-conhecimento e estudo.

O mito de Sísifo

No meu caso, venho notando com mais clareza os efeitos das longas horas digitando ou explorando a Internet. Sou alta e a minha tendência é me posicionar de forma curvada sobre a mesa de trabalho. Por isso, pelo vício e desgaste da má postura, tenho sentido muito desconforto na região alta das costas, na cervical, nos ombros e nas escápulas.

sisifo

O mito de Sísifo

 

Mesmo utilizando a prática do Iyengar Yoga como aliada, percebi que estava fazendo quase como Sísifo: todo dia abro o peito  com imenso esforço durante a prática e, quando volto à minha mesa, passo horas fazendo o oposto…é como subir com a pedra de mármore pela encosta da montanha só para que ela role abaixo de novo quando estiver quase alcançando o topo. Trabalho inútil.

Sendo assim, resolvi publicar este vídeo com dicas ergonômicas para suas horas gastas à frente desta máquina tão fascinante. Não tolere mais o fechamento do seu peito, o encurvamento das suas costas, o enfraquecimento da parte superior do trapézio, e não perca, por descuido, toda a abertura que a prática eficaz de Yoga tem a capacidade de nos proporcionar.

httpv://youtu.be/QNblU148MvU

Padrão e caos na Índia e na vida

julho 31st, 2014 | Posted by Ana C Toledo in Sem categoria - (Comentários desativados em Padrão e caos na Índia e na vida)

 

httpv://youtu.be/xKOh9DfQBgU

Adorei a apresentação de Dr. Pattanaik sobre até que ponto aquilo que consideramos caótico, na verdade, pode trazer uma ordem ou padrão, só que desconhecido por nós.

O estabelecimento de padrões, sem dúvida, envolve hierarquia, exclusão e uniformidade. O oposto, a coexistência da máxima diversidade, aparenta excluir qualquer ordem. Segundo o palestrante, no entanto, a pluralidade pode embutir também padrões, porém devemos apurar nosso olhar para percebê-los.

Uma frase resume bem a ideia e, ao mesmo tempo, é muito instigante:

“If you see chaos, you will seek control. If you see patterns, you will get answers.”  

“Se você enxerga o caos, você busca o controle. Se você vê padrões, você terá respostas.”

Estar aberto para perceber padrões diferentes me parece realmente muito libertador…

 

 

Forest Man of India

julho 28th, 2014 | Posted by Ana C Toledo in Sem categoria - (Comentários desativados em Forest Man of India)

httpv://youtu.be/HkZDSqyE1do

Ganhador de vários prêmios internacionais, o vídeo Forest Man exibe a história tocante de uma iniciativa isolada e que, por pouco, não permaneceria desconhecida do grande público. Conheça a vida de Jadav Payeng que, desde a década de 70, vem reflorestando sozinho uma área hoje maior do que o Central Park. Mesmo cercado por terras exauridas e muita poluição, comuns a quase toda a Índia, sua determinação mantém o local não só em contínua expansão mas também protegido da implacável especulação predatória humana.

Histórias assim são sempre muito inspiradoras…belíssimo exemplo.

 

Palestra com Manouso Manos sobre Yoga e Iyengar

julho 24th, 2014 | Posted by Ana C Toledo in Sem categoria - (Comentários desativados em Palestra com Manouso Manos sobre Yoga e Iyengar)

Manouso Manos tem habilidade rara de ser preciso, conciso e objetivo em seus ensinamentos. Mais uma vez, com clareza e coerência ímpares, Mr. Manos nos presenteia com uma bela e emocionante palestra sobre a evolução do Yoga na Índia, sua expansão no Ocidente e o papel crucial de BKS Iyengar nesse processo.

Sou mesmo super fã do professor Manouso…

Para quem não o conhece, ele estará aqui no Rio em outubro de 2014 para um Workshop de Iyengar Yoga. Não desperdice essa oportunidade!

O vídeo a seguir demora uns 50 minutos, mas vale a pena assistir a tudinho…confesso que os minutos finais me deixaram muito emocionada…

httpv://www.youtube.com/watch?v=_-Ual915HEs&feature=youtu.be

Iyengar Yoga para dores nas costas em vídeo

julho 11th, 2014 | Posted by Ana C Toledo in Sem categoria - (Comentários desativados em Iyengar Yoga para dores nas costas em vídeo)

Mais uma pequena e simples série de asanas para alívio das dores provenientes da parte baixa da coluna.

Muitos começam a praticar Yoga por causa de dores nas costas, nos joelhos, no pescoço…esse vídeo é uma pequenina amostra de como podemos buscar o alívio para nossas dores através desta prática tão maravilhosa.

httpv://www.youtube.com/watch?v=TkqUtUEtEU015

Em busca da diversidade no mundo do Yoga

maio 20th, 2014 | Posted by Ana C Toledo in Sem categoria - (Comentários desativados em Em busca da diversidade no mundo do Yoga)

Para refletir…

 

Yoga para dor no pescoço

maio 6th, 2014 | Posted by Ana C Toledo in Sem categoria - (Comentários desativados em Yoga para dor no pescoço)

httpv://www.youtube.com/watch?v=msRcQfQqITk&feature=youtu.be

Ótima seqüência para trazer mobilidade à articulação dos ombros e abertura à parte superior do peito, na altura das clavículas, além de exercitar diretamente a coluna torácica.

Alívio das dores no pescoço

Sabemos que a cervical está diretamente conectada aos ombros e escápulas, por isso, manter essa região saudável – móvel e firme – é um trabalho fundamental para evitar as dores no pescoço.

Se você é daqueles que passa horas curvado a frente do seu computador, essa série é uma excelente sugestão para sua prática diária.